• EdukTI
  • Posts
  • [Edição #009] 🤝 IBM compra HashiCorp por US$6,4 bilhões

[Edição #009] 🤝 IBM compra HashiCorp por US$6,4 bilhões

MAIS: Atmos, HCP Terraform, Amazon Route53 Profiles, Adeus Snowmobile.

Tempo de leitura: aproximadamente 6 minutos
Inscreva-se para receber a newsletter.

Bom dia! Uma excelente segunda-feira para você!

Bem-vindo(a) de volta a newsletter que aborda as principais novidades para quem trabalha com Computação em Nuvem, DevOps e SRE, seja como Arquiteto, Engenheiro, Líder de Time ou Estagiário.

As principais novidades da edição de hoje são:

  • 💵 IBM compra HashiCorp por US$6,4 bilhões

  • 🔃 Terraform Cloud agora se chama HCP Terraform

  • 🚚 AWS para de vender o Snowmobile, serviço de transferência de dados por caminhão

  • 🔎 AWS lança alocação de custos divididas para recursos do EKS

  • 🆕 Amazon Route 53 Profiles

  • 🆗 Aprovações de workflows no AWS CodeCatalyst

  • 🐙 GitHub Actions + AWS CodeBuild

  • 🛠️ Ferramenta da semana: Atmos

  • 📆 Próximos eventos

☕️ Agora é hora de pegar seu café (chá também vale) e se atualizar.

🆕 Principais novidades

💵 IBM compra HashiCorp por US$6,4 bilhões

IBM 🤝 HashiCorp

A principal novidade da última semana foi a mais recente aquisição da IBM: a HashiCorp, empresa de software para infraestrutura em nuvem, criadora do Terraform, Vault e outras ferramentas populares neste nicho.

A IBM vai desembolar a bagatela de US$6,4 bilhões (com b) para comprar a empresa fundada por Mitchell Hashimoto e Armon Dadgar em 2012.

No comunicado oficial, o CTO Armon Dadgar informa que a HashiCorp vai operar como uma divisão dentro da IBM Software, assim como a Red Hat faz.

De acordo com o Wall Street Journal, a IBM vai pagar US$35 por ação da HashiCorp (ticker $HCP na Nasdaq), que estavam sendo negociadas a US$25 antes do anúncio e saltaram quase 35% desde então.

📈 Enquanto escrevo essa edição, a ação está sendo negociada a US$32,62.
📉 Entretanto, vale lembrar que esta ação já chegou a valer a US$91 próximo do IPO em 2021.

Esta notícia causou surpresa para diversas pessoas e até comentei sobre isso no meu LinkedIn.

Particularmente, eu já imaginava que a HashiCorp estava se preparando para uma aquisição após o episódio recente de mudança da licença do Terraform, que resultou na criação do OpenTofu, uma alternativa de código aberto criada pela comunidade que ficou insatisfeita com a mudança. Só não imaginava que quem compraria seria a IBM.

Esse movimento mostra que a Big Blue está investindo alto para se posicionar como uma empresa que auxilia times de TI a construir e gerenciar infraestrutura em nuvem, independente de qual seja.

Começaram este movimento em 2018 adquirindo a Red Hat por US$34 bilhões e agora dão mais um passo, anunciando a compra da Hashicorp que deve ser concluída até o final deste ano.

Este tipo de notícia cria muitas dúvidas sobre a HashiCorp e sua principal ferramenta, o Terraform:

  • Como a HashiCorp acabou adquirida?

  • A mudança no licenciamento BSL contribuiu? Quais são as implicações para o OpenTofu?

  • Há chances para que o Terraform e o OpenTofu se juntem novamente?

  • Onde a IBM poderia posicionar a HashiCorp em seu portfólio?

  • A aquisição da HashiCorp ajudará no crescimento da IBM Cloud?

Fintan Ryan, Diretor de Insights de Mercado no GitHub, compartilhou suas opiniões, respondendo a estas e outras perguntas, em uma análise muito bem detalhada que lista informações importantes que podem ter levado a conclusão do negócio.

Nas redes sociais, a comunidade brincou com um possível merge do Terraform com Ansible, que passaria a se chamar Terrible ou Ansiform. Já pensou?

💡 Por que importa…

Como profissional que usa soluções da HashiCorp há alguns anos, principalmente o Terraform, eu fiquei receoso com esta aquisição.

Espero que a HashiCorp possa realmente manter sua postura neutra de trabalhar com vários provedores de nuvem, sem forçar o IBM Cloud no meio das ferramentas da HashiCorp.

De qualquer forma, para usuários do Terraform, o projeto OpenTofu continua evoluindo e pode começar a atrair mais usuários, dependendo das mudanças que acontecerão daqui pra frente na HashiCorp.

Também teve isto na última semana… 👀

  • 🔃 Terraform Cloud agora se chama HCP Terraform e passa a fazer parte do HashiCorp Cloud Platform (HCP), a plataforma SaaS unificada para gestão de infraestrutura e ciclo de vida de segurança.

  • 🚚 AWS para de vender o Snowmobile, seu serviço de transferência de dados por caminhão: oito anos depois de entrar com um caminhão de 18 rodas em um palco em Las Vegas para apresentá-lo ao mundo.

  • 🔎 AWS lança alocação de custos divididas para EKS: com essa novidade você passa a visualizar os seus custos com o EKS até em nível de pod (com base na utilização de CPU e memória), namespaces e outros recursos do Kubernetes. Antes, apenas era possível dividir a alocação no nível de clusters.

  • 🆕 Amazon Route 53 Profiles: nova funcionalidade permite que você defina configurações de DNS padronizadas que podem incluir associações de zonas privadas (private hosted zone - PHZ), regras de encaminhamento de resoluções e grupos de regras de firewall de DNS e aplique essa configuração a múltiplas VPCs na mesma região. Dá até para compartilhar os perfis com outras contas usando o AWS Resource Access Manager (RAM). Este tutorial mostra como essa funcionalidade permite unificar a gestão de DNS entre todas as contas da AWS e VPCs sob sua gestão.

  • 🆗 Aprovações de workflows no AWS CodeCatalyst: Os fluxos de trabalho automatizam a criação, o teste e a implantação de código via CI/CD. Os “gates” de aprovação pausam as execuções do fluxo de trabalho para validação do usuário. Dessa forma, seu time pode usar aprovações para processos de teste, segurança ou conformidade, como adicionar um “gate” antes de uma implantação de produção para realizar uma verificação final.

  • 🐙 GitHub Actions + AWS CodeBuild: AWS CodeBuild agora suporta runners do GitHub Action.

🧰 Caixa de ferramentas

Atmos - Gerencie ambientes facilmente no Terraform

Atmos é uma ferramenta gratuita e opensource criada pela CloudPosse que simplifica o gerenciamento de configuração do Terraform em escala, entre diferentes ambientes (ex.: development, staging e production)

A ferramenta cuida da configuração passada aos Components e permite organizar a configuração em Stacks, que são arquivos YAML que compõem todos os Components necessários para criar nosso ambiente.

Essa abordagem nos permite implantar qualquer uma dessas Stacks para provisionar tudo usando o Terraform.

Conheci essa ferramenta quando pesquisei por referências para construir um módulo Terraform para configurar o AutoScaling em serviços executando no ECS e achei muito interessante, pois ela permite padronizar a gestão de ambientes no Terraform - algo que varia muito de empresa para empresa.

Curtiu? Então saiba mais sobre a ferramenta nesta introdução completa e no repositório do projeto no GitHub.

💯 Recomendações

O Gustavo Luiz escreve uma newsletter sobre alta performance, tema útil para qualquer pessoa. Recomendo a assinatura e a leitura dos posts:

  1. O Guia Completo: 10 etapas para a produtividade sem estresse

  2. Como planejar sua semana e ser mais produtivo

  3. Como ter seu trabalho reconhecido e ser promovido?

Sponsored
1% Melhor a Cada Dia Conteúdos baseados na ciência para atingir alta performance, mantendo a saúde física e mental em um mundo de distrações e incertezas.

📆 Eventos

Adicionei mais alguns eventos que acontecerão em breve.

Data

Local

Nome

30/04/2024

Rio de Janeiro – RJ

Docker e Inteligência Artificial

07/05/2024

Rio de Janeiro – RJ

Boas práticas com Terraform

15/08/2024

São Paulo – SP

AWS Summit São Paulo

24/08/2024

Rio de Janeiro – RJ

DevOps Days Rio de Janeiro

Está sabendo de algum evento legal? Me avise para eu incluir nesta lista!

🏁 Conclusão

Na sua opinião: o que deve acontecer com o Terraform e Vault depois dessa aquisição? Me responde aqui ou lá no LinkedIn.

Até a próxima edição!

Até a próxima. 👋 
Sérgio

O que você achou da edição desta semana?

Se você tiver um segundo, adoraria seu feedback. Basta responder abaixo:

Login or Subscribe to participate in polls.

Join the conversation

or to participate.